POR QUE KARL MARX INCOMODA TANTO?

OBRA DO REVOLUCIONÁRIO KARL MARX EXPLICA A TEORIA DA MAIS-VALIA

Salário, Preço e Lucro, do pensador socialista estimula a classe operária ir à luta

VICTÓRIA GEARINI PUBLICADO EM 09/10/2020, ÀS 13H322

O teórico comunista Karl Marx
O teórico comunista Karl Marx – Getty Images

Karl Marx foi um grande filósofo, sociólogo, historiador, economista, jornalista e revolucionário socialista. Atualmente, suas obras estabelecem a base para o entendimento da economia moderna, o consagrando como um dos maiores pensadores desta área.

[Colocar ALT]
Obra Salário, Preço e Lucro, de Karl Marx (2020) / Crédito: Divulgação / Editora Edipro

A obra Salário, Preço e Lucro, de Karl Marx foi escrita entre maio e junho de 1865, sendo utilizada no Conselho Geral da Primeira Internacional. O texto busca criticar visões e concepções equivocadas, contendo análises sobre o socialismo utópico.

Nesta obra, pela primeira vez, o economista apresenta elementos contundentes sobre a teoria da mais-valia. Na época, o texto escrito por Marxfoi responsável por demarcar a visão de revolucionários e reformistas. 

“O texto de Marx representou naquela reunião uma verdadeira demarcação de campo entre os revolucionários e reformistas, inclusive os proudhonianos, apesar de sua retórica de esquerda. Marx condena de maneira clara os chamados à resignação e à passividade da classe operária, estimula os operários à luta e formula os argumentos que justificam a batalha econômica dos trabalhadores e da sua ação histórica estratégica, que é a supressão do trabalho assalariado”, trecho retirado do capítulo introdutório de Salário, Preço e Lucro (2020). 

Recém lançada pela Editora Edipro, Salário, Preço e Lucro, encontra-se disponível na Amazon em formato kindle e capa comum. Com forte crítica social, este livro trata-se de uma das maiores explicações sobre a teoria da mais-valia.

Confira abaixo um trecho de Salário, Preço e Lucro (2020): 

Marx demonstra que o salário pago aos operários não representa o conjunto das riquezas produzidas pelos trabalhadores, mas apenas o preço da mercadoria força de trabalho, que corresponde aos meios necessários à sua subsistência. Portanto, a consequência de um aumento de salários seria uma queda geral na taxa de lucro dos capitalistas: 

‘o aumento geral na taxa de salários, após uma perturbação temporária nos preços de mercado, resultaria apenas em um queda geral da taxa de lucro, sem qualquer mudança permanente nos preços das mercadorias’”. 

Fonte: Aventuras na História

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.