A LUA NÃO ERA UM DEUS E A TERRA NUNCA FOI PLANA | FILOSOFIA


A SAGA DE ANAXÁGORAS, O PENSADOR REPREENDIDO POR ACREDITAR QUE A LUA NÃO ERA UM DEUS

Nascido em 500 a.C., Anaxágoras foi um importante filósofo, responsável pela fundação da primeira escola filosófica de Atenas

GIOVANNA GOMES, SOB SUPERVISÃO DE THIAGO LINCOLINS PUBLICADO EM 24/05/2021, ÀS 14H55

Houve um tempo em que toda uma sociedade acreditava que o Sol e a Lua eram deuses e, portanto, considerados sagrados. Mas em 500 a.C. nasceria um pensador que questionaria essa ideia.

Natural da cidade de Clazômenas, atual Turquia, seu nome era Anaxágoras e ficou conhecido tanto por ser o responsável pela criação da primeira escola filosófica de Atenas quanto por seus estudos sobre astronomia e filosofia.

O pensador pertencia a uma família nobre e rica, mas renunciou seus bens, dando-os aos parentes quando, aos 20 anos, decidiu se mudar para Atenas. Em seu novo lar, passou a estudar fenômenos naturais e iniciou a escrita de um livro que, infelizmente, se perdeu com o passar dos anos.

Tudo o que sabemos sobre seus pensamentos hoje em dia vem de fragmentos citados em obras de outros autores.

Novas ideias

Ao contrário de seus contemporâneos, Anaxágoras acreditava que as coisas eram feitas de uma série de elementos diferentes, e não de apenas um. Tales de Mileto, por exemplo, pensava que tudo fosse formado a partir da água.

O filósofo também não concordava com Empédocles, por exemplo, que dizia que tudo no mundo era formado pelos quatro elementos fundamentais: terra, água, ar e fogo. 

Para Anaxágoras, todo alimento ingerido se tornava uma parte do ser, formando cada parte do corpo, como a pele e os ossos, e também a fezes e a urina, por exemplo. Logo, o grego concluiu que tudo era formado pelos mesmos elementos, partículas bem pequenas as quais chamou de sementes ou gérmes.

Cosmologia

Anaxágoras, entretanto, não acertou ao afirmar que a terra era plana e que a mesma era sustentada pelo ar. Ele também acreditava erroneamente que o Sol tinha somente quatro vezes o tamanho do Peloponeso. Porém, ele defendia que a estrela não era um deus, mas sim uma gigantesca massa incandescente situada em uma região distante de nosso planeta. 

Além disso, mesmo não tendo sido o primeiro a surgir com a tese, já naquela época ele afirmava: “É o Sol que dá brilho à Lua.”

Para Daniel Graham, professor de filosofia da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, em entrevista ao Smithsonian, “Anaxágoras transforma o problema da luz lunar em um problema de geometria. (Ele produziu) um modelo do céu que prevê não apenas as fases da Lua, mas como os eclipses são possíveis.

Ideias polêmicas e condenação

Para o pensador, o nosso satélite era uma rocha, e não um deus, como muitos acreditavam na época. Ele passou a afirmar que, em algum momento, a Lua teria se desprendido do planeta Terra e assim começou a rodeá-lo.

Porém as ideias suas ideias eram contrárias às defendidas pelo governo e pelas autoridades religiosas. Se livrou da perseguição inicial por ser amigo do grande general Péricles, que liderou Atenas nas guerras do Peloponeso contra Esparta (não sendo uma pessoa muito querida pelos seus opositores da ala política), contudo, foi esse fator que traçou o futuro de Anaxágoras. 

A verdade é que, não podendo atingir o militar, os rivais de Péricles optavam por se voltar contra seus aliados. Assim, Anaxágoras acabou sendo preso e condenado à morte por heresia.

Felizmente, Péricles ainda tinha grande influência política e conseguiu libertar o filósofo. Então ele foi exilado, refugiando-se refugiou em Lâmpsaco, local em que morreria no ano 428 a.C, com aproximadamente 72 anos de idade.


Fonte: Aventuras na História

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.