NOTA DE FALECIMENTO | DR. FÁBIO HAZIN, PRESENTE!


A Ciência pernambucana está de luto com mais uma perda irreparável, o Professor
da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Fábio Hissa Vieira Hazin. Ele era
graduado em Engenharia de Pesca pela UFRPE, possuía mestrado e doutorado em Marine
Science and Technology/Fisheries Oceanography na Tokyo University of Marine Science
and Technology; e pós-doutorado em Avaliação de Estoques de Recursos Pesqueiros
Pelágicos Migratórios no Southeast Fisheries Sience Center/NMFS/NOAA, Miami-EUA.
Também obteve várias especializações em Direito Internacional do Mar: Rhodes
Academy (Center for Oceans Law and Policy/ University of Virginia School of Law); the
Aegean Institute of the Law of the Sea and Maritime Law; the Law of the Sea Institute of
Iceland; the Max Planck Institute e no Netherlands Institute for the Law of the Sea.
Atuava estudando aspectos da biologia e de gestão pesqueira de grandes peixes
pelágicos, como atuns, agulhões e tubarões. Lecionava como Professor Associado da
UFRPE, no Curso de Engenharia de Pesca e no Programa de Pós-graduação em Recursos
Pesqueiros e Aquicultura e no Programa de Pós-graduação em Oceanografia.
Ao longo de sua carreira profissional, formou diversos profissionais aos níveis de
graduação, mestrado e doutorado. Publicou diversos artigos em revistas de impacto
nacional e internacional. Exerceu vários cargos no Brasil e no exterior. Foi Diretor do
Departamento de Pesca e Aquicultura da UFRPE; Presidente do Comitê Estadual de
Monitoramento de Incidentes com Tubarões-CEMIT; Presidente da Comissão
Internacional para a Conservação do Atum Atlântico (ICCAT); Presidente da Associação
Brasileira de Engenharia de Pesca; Presidente do Comitê de Pesca para o Atlântico Leste
e Central (CECAF), da Comissão de Pesca do Oceano Índico Sudoeste (SWIOFC), da
Organização de Pesca do Atlântico Noroeste (NAFO) e da Comissão de Pesca do Oceano
Pacífico Oeste e Central (WCPFC); Secretário Nacional de Pesca do Ministério da Pesca
e Aquicultura; Presidente do Comitê de Pesca da FAO (COFI), entre outros.
Com o seu falecimento tão prematuro, o Prof. Fábio Hazin deixa uma grande
lacuna na ciência pernambucana, brasileira e mundial, sobretudo para a Engenharia de
Pesca e Oceanografia, e para todos os profissionais que atuam na área da Biologia
Marinha. A Academia Pernambucana de Ciência externa os sentimentos aos familiares,
bem como a toda comunidade acadêmica que teve convívio com este grande profissional.
José Antônio Aleixo da Silva
Presidente da APC
A Academia Pernambucana de Ciências (APC) lamenta a perda do
Professor Fabio Hazin, um patrimônio da ciência pernambucana e
brasileira