MOVIMENTO ABOLICIONISTA EM PERNAMBUCO | PROF. ARTHUR DANILO


youtube.com/watch

Povos Indígenas e Quilombolas do Semiárido Pernambucano: questionamentos às narrativas históricas


Ciclo de Diálogos Formativos: Educação, História e Direitos dos Povos Indígenas e Quilombolas do Semiárido Pernambucano, promovido pelo IF Sertão Pernambucano, Campus Petrolina em parceria com o Instituto Cultural Raízes.

PANORAMA HISTÓRICO DA ÓPERA E A ÓPERA NO BRASIL ATUAL | 📌 EVENTO


Compositor, poeta, diretor e pesquisador pernambucano, Armando Lôbo desenvolve gêneros e estilos musicais diversos, com o uso de matizes experimentais e simbiose intensa com a literatura, história, artes visuais e filosofia.

Lançou quatro álbuns que receberam cotação máxima da imprensa especializada. Foi contemplado em importantes prêmios nacionais e

internacionais tanto por sua obra erudita quanto por seu trabalho com a música popular, o que atesta sua abertura a linguagens diversas.

Sua obra musical tem sido executada por relevantes grupos no Brasil, Europa e Estados Unidos. Ultimamente, tem voltado sua atenção especial para a criação de óperas em formato de filme de curta-metragem. Neste sentido, lançou em 2020 “Penélope 19” (tendo como tema a pandemia da COVID-19) e em 2021 “Último Dia”, micro-ópera baseada em episódio biográfico do grande compositor pernambucano Levino Ferreira.

Lôbo estudou e participou em workshops com notáveis compositores e acadêmicos como Peter Nelson, Wolfgang Rihm, Ronald Parks, David Lang, Michael Edwards, Philip Cashian, Brian Eno, João Guilherme Ripper, Rodolfo Caesar, e outros. Em 2018, recebeu o título de Ph.D. em Composição Musical pela Universidade de Edimburgo, Reino Unido.

MAESTRO COMO PROFISSÃO | LIVE MANIA DE HISTORY


Músico profissional e Secretário do Conselho Regional da Ordem dos Músicos do Brasil em Pernambuco. Formado em Regência Coral pelo IFPE (2013). Licenciado em Música pela UFPE (2018). Pós-Graduado em regência de Orquestra pelo SESI de São Paulo (2020), e mestrando em Música e Sociedade pelo PPGM/UFPE (2021).

Músico e fundador do grupo Opus Cerimoniale, especializado em músicas para cerimônias de casamento. Acadêmico efetivo da Academia Escadense de Letras, onde desempenha a função de regente do coral Sebastião Araújo e, professor efetivo de música da Rede Pública Municipal de Tamandaré/PE.

ANTÔNIO MARINHO | O GRANDE POETA POPULAR DO SERTÃO DO PAJEÚ


Inscrevam-se em nosso canal no YouTube e fortaleçam este projeto cultural